Make your own free website on Tripod.com

Magnificathy

Estudos Biblicos O Servo
Home
Produtos
Estudos Biblicos a Lei de Deus
Estudos Biblicos Crescimento Espiritual
Estudos Biblicos Santificação
Estudos Biblicos Profecias Sonhos
Estudos Biblicos O Amor
Estudos Biblicos Namoro Noivado Casamento
Pensamentos
Palavras que edificam
Estudos Biblicos A Família
Estudos Bíblicos O Espirito Santo
Estudos Biblicos O Servo
Estudos Bíblicos A Oração
Estudos Biblicos O Perdão
Estudos Biblicos O Pedido Confiante e a Regra de Ouro
Estudos Biblicos Julgamento
Estudos Biblicos Nossos Bens
Estudos Biblicos Anjos
São Miguel São Rafael São Gabriel
Hierarquia dos Anjos
Figuras
Estudos Biblicos Aflições
Estudos Biblicos O Propósito de Deus
estudos Biblicos Numeros na Biblia
Salmos
Salmo Libertação
Favorite Links
Contact Me

Servo

Mateus 23:9,12

Não chameis a ninguém na terra de pai, pois um só é vosso Pai aquele que estas nos céus. Não deixeis que vos chamem de "guia¨, pois um só é vosso Guia o Cristo. Pelo contrário o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado.

Mateus 20:26,28

Entre vós não deverás ser assim. Quem quiser ser o maior entre vós seje aquele que vos serve, e quem quiser ser o primeiro entre vós, seja vosso escravo. Pois o Filho deo homem não veio para ser  servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos.

O Servo Fiel

"Muito bem servo bom e fiel! Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei." (Mt 25,21).

Esta é uma história de um Investidor que confiou os talentos aos servos.

E quanto Adonai investiu em você?

Seja qual for a quantidade, o investimento foi feito. O que importa não é a quantidade de talentos investidos. O que importa é o resultado final. Tendo pouco ou muito, é essencial que administremos, com a maior eficiência possível, tudo quanto Deus nos confiou, senão...seremos levados a frustrar a confiança que Ele em nós deposita.

Há pessoas com idéia equivocada e enterra os talentos “porque recebeu pouco”...Mas como Deus poderá nos entregar “o muito” se não formos fiéis no pouco ???

A verdade é que, se Deus pede algo de nós é porque ELE nos deu as forças para fazê-lo. Apesar das dificuldades, temos que começar e prosseguir, sem fraquejar no meio do caminho. E podemos estar seguros de que desse momento em diante, contaremos com o auxílio do Altíssimo para obtermos êxito. Se tivéssemos o conhecimento adequado para entender e perceber o que se passa ao nosso redor, veríamos verdadeiros milagres de Deus.

O ser humano não foi criado somente para sua realização pessoal, mas para influenciar outras pessoas, e este é um dos aspectos que nos permite compreender Gen.1:26: “Façamos o homem a Nossa Imagem e Semelhança”.... o homem foi criador para assemelhar-se ao seu Criador. (caráter)

Infelizmente, estamos acostumados a ver somente o que nos interessa, e nossa atitudes com aquilo que Deus nos dá, determinam o curso de nossa história, de nossa vida.

Não devemos nos esquecer também que Deus nos capacita através das pequenas coisas. A pessoa que resolve continuar a caminhada investindo nos talentos recebidos (pouco ou muito), com toda certeza ira passar por grandes desafios, mas conquista a confiança de Deus e irá possuir um verdadeiro senso de vitória na vida. As dificuldades edificam o caráter. Ninguém nunca poderá se tornar uma pessoa de extraordinário caráter somente conduzindo uma vida simples e pacífica, evitando as dificuldades. A vida envolve a escalada de uma montanha, a próxima e uma após a outra em sucessão.

Davi foi um grande exemplo disso.

O pai de Davi simplesmente esqueceu de apresentá-lo a Samuel, e quando o profeta perguntou se havia outro filho, Davi foi referido sem a menor importância pelo pai como apenas “o caçula que cuida das ovelhas”. Para seus irmãos ele era um “João Ninguém” e com certeza, jamais seria um candidato para uma posição de prestígio.

No entanto, Davi foi o escolhido. Escolhido e Ungido ! Escolhido não por algo que alguém tivesse visto nele, nem seu pai, nem seus irmãos e nem mesmo Samuel, mas por causa do que Deus nele viu.

A escolha de Davi nos mostra que os propósitos de Deus está muito além do que pensamos, pois a escolha Dele não é feito pelo voto popular, não se baseia em capacidade comprovada de Q.I., mestre em conhecimentos gerais, por ser um poliglota, etc e nem por posição social.

Davi era um simples pastor de ovelhas. Vivia nos campos e sabia como ninguém o cuidado que deveria ter com o seu “rebanho”, e provia aqueles frágeis animais de alimento, proteção e direção. Quando uma ovelha se desgarrava, ele logo corria a procurá-la e quando a encontrava, a envolvia em seus braços e cuidava de suas feridas. E se caso surgisse um lobo ou algum animal feroz, o corajoso pastorzinho, defendia suas ovelhinhas com todas as suas forças, até que estivessem a salvo.

Davi tinha uma idéia de si próprio e expressa no salmo: “Senhor, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. ” (Salmo 131)

Como qualquer um de nós, Davi também foi vítima de várias circunstâncias, e reconheceu suas fragilidades e suas limitações, bem como sua vulnerabilidade diante das dificuldades da vida. Ele fala que era alvo das zombarias de seus inimigos. Mas Davi importava com o que Deus pensava a seu respeito, confiava em Deus e somente Nele colocava a sua esperança.

Infelizmente, são poucos os que são fiéis a Deus nos talentos recebidos e chegam até a desprezar e abandonam o que recebeu das mãos do Eterno.

O primeiro talento que Davi recebeu foram as ovelhinhas no campo e foi fiel no que lhe fora entregue....e terminou como o Rei de Israel.