Make your own free website on Tripod.com

Magnificathy

Estudos Biblicos profecias Sonhos

Home
Produtos
Estudos Biblicos a Lei de Deus
Estudos Biblicos Crescimento Espiritual
Estudos Biblicos Santificação
Estudos Biblicos Profecias Sonhos
Estudos Biblicos O Amor
Estudos Biblicos Namoro Noivado Casamento
Pensamentos
Palavras que edificam
Estudos Biblicos A Família
Estudos Bíblicos O Espirito Santo
Estudos Biblicos O Servo
Estudos Bíblicos A Oração
Estudos Biblicos O Perdão
Estudos Biblicos O Pedido Confiante e a Regra de Ouro
Estudos Biblicos Julgamento
Estudos Biblicos Nossos Bens
Estudos Biblicos Anjos
São Miguel São Rafael São Gabriel
Hierarquia dos Anjos
Figuras
Estudos Biblicos Aflições
Estudos Biblicos O Propósito de Deus
estudos Biblicos Numeros na Biblia
Salmos
Salmo Libertação
Favorite Links
Contact Me

Deus Revela o Futuro
1. Deus deu ao homem, para guiá-lo nesta época       II S. Pedro 1:19

E ainda se tornou mais firme para nós a palavra da profecia, que fazeis bem em ter diante dos olhos, como uma lâmpada que brilha em lugar escuro, até clarear o dia e levantar- se a estrela da manhã em vossos corações

 2. Como deus comunica Seus segredos à humanidade? Amós 3:7

O Senhor não faz coisa alguma sem revelar seus planos aos profetas, seus servos.

LER capítulo Daniel 2 . Notareis, neste capítulo, que Deus Se comunicou com o rei Nabucodonosor, que era o soberano do poderoso Império Babilônio. Por meio de um sonho, Deus esbocou o futuro a esse antigo rei. Daniel 2:29 . Notai como Deus usou a Daniel.

 3. Por que seria esse sonho de interesse especial aos que vivessem nestes últimos tempos? Daniel 2:28

 4. Quem, disse Daniel ao rei, lhe revelara o sonho? Daniel 2:27 e 28

 5. Que vira o rei em seu sonho? Daniel 2:31-35

 6. Quem, disse Daniel, havia de interpretar ao rei o sonho? Daniel 2:36

NOTA: Deus, na interpretação deste sonho, esboça a história terrestre desde os dias de Nabucodonosor até o fim do mundo. Mediante os diferentes metais da estátua, revela Ele que haveria quatro impérios mundiais, sucessivamente. A História revela que eles foram: Babilônia (a cabeca de ouro), Média-Pérsia (peito e braços de prata), Grécia (coxas de bronze), e Roma (pernas de ferro). Por essa imagem mostra Ele que o quarto império mundial seria dividido, conforme foi representado pelos pés de ferro e barro.

 7. Que representava a cabeça de ouro da imagem? Daniel 2:37 e 38

NOTA: Babilônia, com sua magnífica ostentação de riqueza, era uma das maravilhas do mundo antigo. Seus formosos edifícios eram entremeados de luxuriantes jardins. Era na verdade a capital do antigo reino de ouro.

 8. Como seria o segundo reino, Média-Pérsia, em comparação com Babilônia? Daniel 2:39

NOTA: Deus disse a Belsazar que os sucessores dos babilônios seriam os medos e persas. Daniel 5:25-31

 9. Que metal representava o terceiro reino, ou seja a Grécia? Daniel 2:39

NOTA: "As batalhas de Grânico, em 334 antes de Cristo; Isso, no ano seguinte; e Arbela em 331 antes de Cristo, selaram a sorte do Império Persa, estabelecendo o vasto domínio dos gregos." -- The Divine Program of the World's History, de H. Grattan Guinness, pág. 308.

 10. O quarto império mundial, Roma, é representado pelas pernas de que metal? Daniel 2:40

NOTA: "... e as imagens de ouro, ou prata, ou bronze, que podiam servir para representar as nações e seus reis, foram sucessivamente quebradas pela férrea monoarquia de Roma." -- Decline and Fall of the Roman Empire, cap. 38, par. 1, de Gibbon.

 11. Visto como os pés, em parte de ferro e em parte de barro, represetavam uma divisão, que devia acontecer ao férreo impérioromano? Daniel 2:41

NOTA: Entre os anos 351 e 476 depois de Cristo, uma serie de invasões de tribos bárbaras vindas do norte da Europa varreram o Império Romano e o levaram ao fim. Essas tribos compreendiam: Saxões(ingleses), francos(franceses), germanos (alemães), burgundos(suíços), lombardos(italianos), visigodos(espanhóis), suevos(portugueses), vândalos, ostrogodos e hérulos.

 12. Que declaração mostra que os impérios do Velho Mundo nunca mais se haveriam de unir para formar um grande império? Daniel 2:43 

 13. Quem levantará um império universal nos dias dos reis representados pelos pés de ferro e barro? Daniel 2:44 e 45

 14. Quando estabelecerá Cristo esse reino? S. Mateus 25:31-34

    Quando o Filho do Homem viér em sua glória, acompanhado de todos os Anjos, ele se assentará em seu trono glorioso. Todas as Nações da Terra serão reunidas diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o Pastor separa as ovelhas dos cabritos . E colocará as suas ovelhas a sua dirita e os cabritos a sua esquerda.
    Então o Rei dirá aos que estiverem a sua direita : Vinde, benditos de meu Pai! Recebei em herança o reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 


Em todas as épocas tem o homem esperado uma terra melhor, onde não mais existissem as misérias e pertubações deste mundo. Quer lhe tenha dado o nome de Utopia, Céu, Paraiso, ou outro qualquer, o homem tem anelado um lugar e tempo em que toda doença, tristeza e morte estivessem passado.

No plano de Deus para este mundo, existe justamente esse Céu, para os fiéis. Diz a Bíblia que Abraão, o pai dos fiéis, aguardava essa espécie de pátria. Em Hebreus 11:16 , falando dos santos de outrora, diz a Bíblia: "Mas agora aspiram a uma pátria superior, isto é, celestial. Por isso, Deus não Se envergonha deles, de ser chamado o seu Deus, porquanto lhes preparou uma cidade."

Quando Cristo expirava na cruz do Calvário, um só ponto brilhante Lhe iluminou a hora da agonia: foi quando um ladrão moribundo se volveu a Ele, em busca de salvação. Das profundezas de seu coração contrito o ladrão exclamou: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino." E recebeu a promessa de que estaria com Cristo em Seu reino. Não desejaríeis vós fazer o mesmo pedido ao vosso Salvador?

 

QUE DIZEM AS ESCRITURAS

...os vossos jovens terão visões e os vossos velhos sonhos... Atos 2:17

É nesse clima, que surgem os “profetas dos absurdos”. Por uma interpretação errada das Escrituras Sagradas que colocam esse versículo para os nossos dias, sendo que não é, o povo perece. Cristo já dizia: “Errais por não conhecer as Escrituras...(Mt 22:29). Em uma determinada “Igreja Pentecostal”, um de seus líderes afirmou que tivera uma visão em que fora-lhe revelado que no céu existe um anjo com uma régua em sua mão com a qual mede o cabelo das mulheres. Se constatado que a mulher cortou o cabelo, ela era lançada no inferno. A Bíblia nos ensina que os crentes de Beréia só aceitaram os ensinos de Paulo depois de verificar que estavam de acordo com as Escrituras (Atos 17:10-12).

a.      Práticas espíritas

O ser humano é fascinado pelo futuro. A astrologia continua sendo um grande sucesso, tendo rendido milhões de reais aos seus porta-vozes. O dicionário nos dá a definição de médium como sendo um intermediário entre os vivos e os mortos. Como podemos aceitar tais fatos se Deus através de Sua Palavra nos alerta quanto ao ocultismo e essas práticas espíritas de consultas a horóscopos, jogos de azar, astros e mortos? (Lv 19:31;20:6; Dt 13:1-3; 18:9-14; Is 8:19; II Co 11:14)

b.    

A Bíblia é clara em Dt 18:21,22 que se o profeta falasse e a palavra não se cumprisse, a profecia não era de Deus. Nunca vimos na Bíblia um profeta sair se desculpando por haver falhado em uma profecia.

O que poderíamos dizer com relação a essas profecias? Simplesmente o que a Palavra de Deus nos diz em Mt 24:36-43 (daquele dia e hora ninguém sabe, senão o Pai); Mt 24:45-50 (será uma surpresa); I Ts 5:1-4 (virá como um ladrão). O Senhor Jesus virá quando Ele quiser e não porque eu creio de uma forma ou outra. Ninguém possui uma teologia capaz de determinar quando Ele virá. Tudo o que sabemos é que Ele virá.

c.      Profecias, sonhos e visões

Lc 16:16 nos diz que a lei e os profetas duraram até João, da mesma forma que o Apóstolo Paulo nos diz que as profecias cessariam (I Co 13:8). A Revelação de Deus já está completa por intermédio do Livro de Apocalipse.

Ninguém mais pode acrescentar, nem retirar nada das Palavras deste Livro (Ap 22:18,19). Deus já falou por intermédio de profetas, visões, sonhos, mas hoje nos fala por intermédio de Jesus Cristo (Hb 1:1,2).

Nenhuma doutrina nova mais virá por intermédio de ninguém. A própria Bíblia adverte que mesmo que um anjo nos viesse pregar uma nova doutrina ele seria maldito (Gl 1:7,8).

Não podemos, é claro, limitar o poder e a forma de Deus falar conosco de uma forma individual. Muitas vezes um sonho pode ser um alerta de Deus para nós, mas por outras vezes pode ser fruto de uma de uma má digestão.

Não podemos ficar pedindo que Deus nos fale unicamente por intermédio de sonhos ou visões, mas precisamos saber ter o discernimento de ouvir Ele nos falar por Sua Palavra. A Fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra (Rm 10:17) e não sonhos ou visões.

Se tivermos que decidir entre um sonho, uma visão ou a Sua Palavra, devemos ficar com a Sua Palavra.

Devemos meditar na sua palavra  Josué:1,8-9

Você quer o melhor de Deus? A primeira coisa que terá de fazer é decidir totalmente no seu interior que é isto de fato que deseja: o melhor de Deus.

Esta é a decisão básica e fundamental. Você precisa querer o melhor de Deus, e terá de decidir que não aceitará nada menos que o melhor de Deus na sua vida. Deus não nos obriga a tomar esta decisão. Depende de nós fazer a escolha...

A coisa mais importante que você pode fazer se quiser o melhor de Deus é meditar na Palavra de Deus. Encha a sua mente com a Palavra de Deus. Dê uma olhada no exemplo de Josué, e nas instruções que o Senhor lhe deu quando estava para levar Israel para sua herança:

“Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” (Js 1.8).

Esta última parte: “farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido”, é o mesmo que dizer “acharás o melhor de Deus”. Quais são as condições? Há três, e todas se relacionam à Palavra de Deus.

1. A Palavra não deve “se apartar da tua boca” (Edição Revista e Corrigida).

2. Você deve meditar nela de “dia e noite” – o que significa continuamente.

3. Você deve observar “tudo quanto nele está escrito”. Eu costumo resumir isto em três frases simples.

Se você quer o melhor de Deus, se quer fazer prosperar seu caminho, e ser bem-sucedido, estas são as três coisas que deve fazer: pensar a Palavra de Deus, falar a Palavra de Deus, e fazer a Palavra de Deus.

Coloquei pensar primeiro, porque se não pensar, nunca poderá realmente falar. Se não pensar e falar, nunca conseguirá fazer. O resultado de fazer os três é sucesso, o melhor de Deus.

Você pode dizer: “Ah, mas isto foi para Josué. Como posso saber que funcionará para mim?” O primeiro Salmo tem uma promessa semelhante, e é para todo aquele que preencher as condições. Inclui a todos. Não importa quem você é; tudo que importa é que você cumpra as condições.

“Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.

“Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.

“Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido” (Sl 1.1-3).

Observe a última frase: “Tudo quanto ele faz será bem-sucedido”. Isto é achar o melhor de Deus; esta é a verdadeira prosperidade. Isto pode aplicar a qualquer pessoa que preencher as condições. Há cinco condições: as três primeiras são negativas, ou seja, são coisas que você não deve fazer:

1. Você não deve andar no conselho dos ímpios.

2. Você não deve se deter no caminho dos pecadores.

3. Você não deve se assentar na roda dos escarnecedores.

A questão chave aqui é onde você recebe conselho. Se você recebe o conselho da fonte errada, então toda sua vida dará errado. Depois das três condições negativas, temos duas positivas:

1. Seu prazer deve estar na lei do Senhor.

2. Você deve meditar na sua lei de dia e de noite.

Observe que as duas condições positivas falam da lei do Senhor, ou da Palavra de Deus. Primeiro, você deve ter prazer na sua lei. Segundo, deve meditar nela de dia e de noite. Observe que outra vez a meditação certa é a chave para o sucesso – meditando na Palavra de Deus de dia e de noite.

Isto não significa apenas dez minutos por dia, lendo a Bíblia; é encher sua mente de tal forma com a Bíblia que ocupe seus pensamentos durante o dia inteiro. Assim estará sempre se alimentando daquilo que é positivo, que inspira sua fé, que edifica. Pensar certo é importante, pois o que você pensa determinará a maneira como vive.

Às vezes falo que a personalidade humana é como um iceberg: sete oitavos estão debaixo da superfície. Muito pouco do iceberg aparece acima da superfície em comparação com o que está debaixo dela. Isto também ocorre com a personalidade humana.

Aquilo que uma pessoa pensa determinará o curso da sua vida.

Se você medita nas coisas certas, e vive uma vida certa, então colherá os resultados que Deus prometeu: sucesso e prosperidade – ou seja, o melhor de Deus. Dê uma olhada a uma passagem do profeta Isaías que confirma que a maneira como pensamos afeta nossa experiência. Deus está falando nesta passagem:

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor, “Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.

“Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, “Assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei” (Is 55.8-11).

Observe como Deus começa com os pensamentos, e como diz que nossos pensamentos, por natureza, não são os seus pensamentos. Como, então, podemos começar a pensar os pensamentos de Deus?

Deus dá a resposta nas palavras seguintes. Os caminhos e pensamentos de Deus estão num plano celestial, e nossos caminhos e pensamentos estão num plano terreno, bem abaixo de Deus. Mas a Palavra de Deus traz seus caminhos e pensamentos lá do céu para dentro das nossas vidas e coração, produzindo os resultados que precisamos.

“Assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.

“Saireis com alegria e em paz sereis guiados; os montes e os outeiros romperão em cânticos diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas.

“Em lugar do espinheiro, crescerá o cipreste, e em lugar da sarça crescerá a murta; e será isto glória para o Senhor e memorial eterno, que jamais será extinto” (Is 55.11-13).

Este é o resultado da Palavra de Deus descer do céu, entrar no nosso coração, ocupar nossa mente, e substituir nossos caminhos e pensamentos com os caminhos e pensamentos de Deus.

A Palavra de Deus traz seus caminhos e pensamentos para dentro do nosso coração e vida. À medida que nossas mentes se encherem com a Palavra de Deus, começamos a pensar os pensamentos de Deus. Nossa vida mental é transformada completamente.

Os resultados estão descritos aqui de forma muito bela: paz (em paz sereis guiados), alegria (saireis com alegria), louvor (até a natureza participará – “as árvores do campo baterão palmas”), e fecundidade (em lugar do espinheiro e da sarça crescerão o cipreste e a murta).

Isto é o que acontece na nossa vida quando a Palavra de Deus entra e a recebemos e começamos a meditar nela. Nossos próprios caminhos e pensamentos são  improdutivos e inúteis. Mas quando são substituídos pela Palavra de Deus, no lugar do espinheiro e da sarça, produzimos o cipreste e a murta.

A substituição dos caminhos e dos pensamentos de Deus no lugar dos seus caminhos e pensamentos, como sendo a chave para o sucesso.

Você deve cultivar a prática de meditar na Palavra de Deus de dia e de noite. Meditar na Palavra de Deus é aprender a pensar os pensamentos de Deus através de receber sua Palavra no nosso coração e mente.

“Não se aparte da tua boca o livro desta lei” (Js 1.8)